Acompanhe aqui as últimas notícias e atualizações

30 de julho de 2014

Desde 2010, ensino técnico cresceu 26,3% no Brasil

Juliana Cardoso e William Batista
Rádio T FM


O ensino técnico do país está em ascensão. Desde 2010, a modalidade cresceu 26,3% no Brasil, chegando a 1,4 milhão de matrículas no ano passado, conforme dados do Censo da Educação 2013. A busca por qualificação e especialização vinculada ao ensino superior que pode ser concluída em curto prazo é destacada por especialistas como um dos atrativos dessa modalidade de ensino. 

Ao contrário do que aconteceu no Brasil, o Paraná apresentou uma queda de 1,59% no número das matrículas no ensino técnico entre os anos de 2012 e 2013. No entanto, segundo alguns especialistas essa queda se dá porque o estado já havia antendido à demanda antes dos demais estados, estabilizando a procura por cursos técnicos.
Ministério da Educação (MEC) reconhece 113 tipos de cursos tecnológicos em as áreas como gestão, design, informática, indústria e saúde. Os cursos de tecnólogo duram de dois a três anos e boa parte das aulas é prática. 

Os dados mais recentes do MEC mostram quais são as cinco ocupações tecnólogas que mais empregaram em 2011 e 2012. São elas: tecnólogo em logística de transporte, tecnólogo em eletrônica, tecnólogo em segurança do trabalho, tecnólogo em gestão da tecnologia da informação e tecnólogo em secretariado escolar.

Já os salários mais altos, também segundo o MEC, foram para tecnólogo em petróleo e gás (R$ 12.325,28), tecnólogo em fabricação mecânica (R$ 5.334,10), tecnólogo em telecomunicações (R$ 4.946,85), tecnólogo em sistemas biomédicos (R$ 4.868,99) e tecnólogo em meio ambiente –(R$ 4.548,77).


65% dos estudantes do ensino público do Paraná optam pelo ensino profissionalizante
Segundo a Secretaria de Estado da Educação, 65% dos estudantes do ensino público optam pela educação profissional nas escolas estaduais. Entre 2010 a 2013, o número de municípios que ofereciam o ensino técnico no estado passou de 170 para 186, um aumento de 10,6%.



Procura por cursos do SISUTEC cresceu quase 40% em relação a 2013

De acordo com a presidenta Dilma Rousseff mais de 1 milhão de inscrições de jovens que terminaram o ensino médio foram feitas no Sistema de Seleção da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). O Sistema oferece 291 mil vagas para 122 cursos técnicos. O Governo Federal investiu R$ 14 milhões no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec. O programa já conta com 6,1 milhões de matriculas, sendo que 1,7 milhão são em cursos técnicos de nível médio, o restante são cursos de qualificação profissional com duração de até quatro meses.



Cursos do Senai em Ponta Grossa

O Senai Ponta Grossa tem mais de 150 turmas distribuídas em nove cursos oferecidos, sendo que sete deles são cursos técnicos. A procura tem sido alta nos últimos anos.

Um dos mecanismos para participar gratuitamente dos cursos é através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC). Usuários do Bolsa Família e alunos de escolas públicas que estejam cursando a partir do 2º grau do ensino médio, também podem participar dos cursos gratuitamente. Já os 'cursos de balcão', como são chamados os cursos pagos, também estão ingressando cada vez mais alunos.

Em todos os cursos, o Senai atende cerca de 3 mil alunos diariamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário