Acompanhe aqui as últimas notícias e atualizações

21 de agosto de 2014

Projeto da UEPG para a instalação de usina de biodigestão será discutido hoje na Câmara

A proposta de recuperar um projeto da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) para a construção de uma usina de biodigestão do lixo produzido no município, será discutida nesta quinta-feira (21), às 17h, na Câmara Municipal de Vereadores. A reunião com os vereadores terá a presença da professora do curso de Engenharia de Alimentos, Ana Cláudia Barana. Ela é a coordenadora do projeto e apresentará uma palestra aos presentes.

O Conselho Municipal do Meio Ambiente (Condema) é quem pretende resgatar o projeto em parceria com a Ponta Grossa Ambiental (PGA). Os recursos para a execução da proposta foram garantidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) há dois anos, mas ainda não foram liberados.

O projeto foi orçado em R$ 48 milhões e aprovado em 2012 através de um edital da Aneel, que seria responsável pelo custeio de 50% do projeto. O objetivo do projeto é transformar resíduos sólidos em energia elétrica. A separação dos recicláveis também consta na proposta. O edital da Aneel tinha 70 projetos inscritos e foi realizado em Brasília. A avaliação foi feita por representantes de cinco ministérios. 

No último dia 2, o município apresentou o Plano de Resíduos Sólidos, cobrado pela Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. Na ocasião, a única novidade apresentada foi a possibilidade de implantação de uma usina de tratamento de resíduos sólidos, sendo que o lixo, além de ser reciclado, será usado para gerar energia, a exemplo do município de Unaí (MG) que já possuí o sistema. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário