Acompanhe aqui as últimas notícias e atualizações

29 de outubro de 2014

Multas por ultrapassagens perigosas e rachas ficarão mais caras a partir deste sábado

Blog do William Batista

As multas por ultrapassagens perigosas e rachas sofrerão reajustes no Paraná a partir deste sábado, dia 1º de novembro, data em que vigora a Lei Federal que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Quem for flagrado cometendo esse tipo de infração terá que desembolsar R$ 1.915,40, podendo ter o direito de dirigir suspenso por até 12 meses. O objetivo deste reajuste é fortalecer a conscientização dos motoristas e inibir imprudências no trânsito. As penalidades serão ainda mais rigorosas para quem for flagrado praticando rachas e corridas ilegais. Neste caso, além de multas, o motorista será preso e terá o direito de dirigir suspenso.

Mais de 55 mil autos de infração foram emitidos entre janeiro e agosto deste ano para motoristas que fizeram ultrapassagem em local proibido, pelo acostamento ou pela direita. Os números são do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) e remetem a todo o estado.

O valor da multa por ultrapassagens irregulares subirá de R$ 191,54 para R$ 1.915,40. Já a multa para quem ultrapassar pelo acostamento salta de R$ 127,69 para R$ 957,70. O motorista que ultrapassar em local proibido vai desembolsar R$ 957,70, valor fixado atualmente em R$ 191,54. A medida também será adotada para infrações como ultrapassagem em subidas, curvas e locais sem visibilidade.


Além do reajuste nos valores, as infrações são consideradas gravíssimas e têm como medida administrativa sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A prática de racha também é rigorosa perante as normas. Em caso de acidente com morte varia entre cinco e 10 anos de prisão. Já a multa passou de R$ 574,62 para R$ 1.915,40.

A pena no caso de corridas de rua que resultem em vítimas não fatais pode chegar a seis anos de prisão. Já a simples prática do racha, mesmo sem feridos, passou a ter pena de três anos de detenção.



Acidentes têm redução de 13% em Ponta Grossa, diz PRF

O número de acidentes ocasionados por ultrapassagens perigosas nas rodovias federais da região de Ponta Grossa, registrou queda 13% neste ano em comparativo com os dez primeiros meses do ano passado. Na mesma proporção, houve também uma redução de 69% no número de mortes.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em 2013, de janeiro a outubro, ocorreram 53 acidentes da modalidade, sendo que no mesmo período deste ano aconteceram 46 acidentes. No último ano, a PRF computou 13 mortes, contra quatro neste ano.Os números podem ser ainda maiores, segundo a PRF, uma vez que os policiais somente afirmam no boletim que foi a ultrapassagem indevida a causa do acidente, quando há provas concretas de tal fato.

No último ano, a PRF computou 13 mortes, contra quatro neste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário